No post de hoje apresentamos “Color and Light – A Guide for the Realist Painter” de James Gurney.

James Gurney é um autor e ilustrador americano conhecido por pintar cenários para filmes, fazer capas para livros de ficção de científica e ilustrações para a Revista National Geographic.

O nome de Gurney ficou marcado pelo seu trabalho chamado Dinotopia, uma série de obras de ficção científica e fantasia que recebeu diversos prêmios. O primeiro livro de série levou James Gurney a lista de Bestseller da New York Times, vendeu mais de um milhão de cópias e chegou a ser traduzido para 18 idiomas. As artes originais dos livros são exibidas em museus e galerias de arte até hoje.

Em 2010 lançou o livro Color and Light: a Guide for the Realist Painter que explora dois tópicos essenciais para todo artista, cor e luz. O livro é de fácil leitura e bem estruturado, apesar de ser focado em pintura realista e dar exemplos com o uso de mídia tradicional, não deixa de beneficiar com amplo conhecimento desde iniciantes até profissionais de concept art e ilustração. No decorrer do livro é possível se aprofundar em vários tópicos. James não fornece um passo a passo de cada técnica, porém nos mostra como a luz reage em determinadas superfícies e em contato com diferentes materiais.

 O livro é dividido em 12 capítulos com temas especifícos e cada capítulo é dividido em vários sub-tópicos que exploram de forma ampla cada tema.

1. Tradition

2. Sources of Light

3. Light and Form

4. Elements and Color

5. Paint and Pigments

6. Color and Relationships

7. Premixing

8. Visual Perception

9. Surfaces and Effects

10. Atmospheric Effects

11. Light’s Changing Show

12. Resources

O início do livro conta com uma análise do autor com relação as obras dos mestres. Nos mostra um pouco da história da pintura e como os grandes pintores se valiam de seus conhecimentos do funcionamento da luz e da cor. No decorrer do livro James Gurney passa a utilizar suas próprias obras para explicar em detalhes cada tema abordado, analisando a composição com relação aos detalhes de iluminação da cena. Os capítulos que seguem são ricos em informações técnicas de como tipos diferentes fontes de luz funcionam fisicamente e de que maneira elas interagem com o ambiente e os objetos, formando as imagens que vemos.

James Gurney também nos mostra os ensinamentos acadêmicos aplicados, muito sobre teoria das cores, como temperatura e nível de iluminação, além de uma introdução aos pigmentos e tintas. A partir da metade do livro vale o destaque para o método que James chama de “Gamut Mapping”, um processo que ajuda a definir a paleta de cores para a criação de uma ilustração, escolher as cores corretas para que a imagem passe a sensação pretendida. Os últimos capítulos do livro tratam de desafios específicos que encaramos quando pintamos texturas como cabelo e folhagem por causa dos fenômenos infinitamente variados de efeitos atmosféricos. O livro termina com um glossário, um guia de pigmentos e recomendações de leitura.